Feliz Natal

24 Dezembro 2019

Não posso
mais amor
até aqui vôo
não consigo
mais conduzir
seu corpo
sob meu corpo
me despeço
amor com amor
meus sentimentos
em balbúrdia
não posso
mais amor
se não morro
tenho pés subterrados
o peso de suas penas
e seu corpo cheio
de amor
sob mim.

Arruinada

6 Dezembro 2019

para construir uma ruína
é preciso de abandono
e restos de vida
poeira
completo esquecimento
total pertencimento
para construir uma ruína
é preciso ancestralidade
é preciso pedras
e natureza morta.

Olhos de hibísco

20 Novembro 2019

Enxergar-se
Expor luz as sombras
Grifar a expressão
Capturar a alma
O medo a raiva
O negligenciado
Só não o tempo
O tempo passa
e deixa, e leva e traz
Memórias crescem como cabelos e hibiscos
Ruínas das estrelas repousam
no teto dos corações sem corpos
Um dia serei eu